quarta-feira, 9 de abril de 2008







18 comentários:

Gisela disse...

Estas fotos estao lindas, da nos uma visão da grandeza da vossa viagem. Carlos nao beijas te a cabeça da cabra pois nao??? lololololololololololololol
Mil beijinhos

Anónimo disse...

A vossa objectiva anda demasiado centrada em vocês e com muito mérito. Mas, ainda não viram mais nada digno de registo desenquadrado da vossa referência eurocêntrica?
Caramba, vocês podem mais e melhor! Esventrem. Depois da vossa passagem o que fica?
Lembram-se do olhar da miúda perdido na vossa partida? Eu não consigo esquecer os dias e as noites daquela miúda depois da vossa passagem.

Anónimo disse...

Este anónimo que me permita fazer minhas as suas palavras. Por muito que mereçam pela coragem de partir em condições precárias, quero mais do sentir desses povos.

maria crítica

Anónimo disse...

Obrigada Maria Crítica.
Tenho estado sempre atenta ao que escreves e ao teu conhecimento profundo das paragens, daquelas e de outras, das que já conheces e das que um dia esperas vir a conhecer.

Pedro Lino disse...

Olá Grandes Viajantes!

Pois é, tenho seguido as vossas aventuras, cheio de inveja!
Fechado no atelier o dia inteiro, não há melhor maneira de espairecer, do que ir espreitando a vossa odisseia!

E realmente devo dizer que que a vossa iniciativa é um exemplo para todos nós, como com tão pouco se consegue tanto!!!

Grande Abraço do Porto, a Inbicta está com vós, carago!!!

Anónimo disse...

Permitam-me discordar com a afirmação de que os rapazes estão demasiado centrados neles próprios.
Eles são sem dúvida os protagonistas da sua própria história mas não lhes vejo nenhumas atitudes exibicionistas antes pelo contrário.
E foram muitas as histórias que nos contaram que são uma verdadeira
viagem ao interior dos seres humanos que nelas interviram.Tenente Reformado

Gisela disse...

Concordo plenamente consigo Sr. Tenente Reformado. Beijinhos meninos continuem assim que nos dao momentos inesqueciveis.

Anónimo disse...

Caro Tenente Reformado,

Também não sinto que “os rapazes” estejam demasiado centrados neles próprios e muito menos que tenham atitudes exibicionistas.

Só pessoas desprendidas e simples, fazem viagens usando os meios que, nos povos que visitam, só os mais pobres usam. Povos já de si também simples e desprendidos.

Apenas quero mais do sentir, da história e da cultura desses povos. Da sua música, ouvimos uma no último vídeo. Das consortes, não sabemos quantas tinham, os que já vimos! Das origens também não.

Sabia Sr. Tenente, que os berberes são o povo original de toda a bacia do Mediterrâneo e que agora habitam essencialmente nas zonas montanhosas do Norte de África, onde mantêm uma cultura própria?

maria crítica

Gisela disse...

Podemos aprender todos uns com os outros e por isso existe este blog, pelo espirito da partilha. Desculpe a Sra. Maria Critica que nao posso concordar que seja incutida no Carlos e no Jorge a responsabilidade de nos passarem toda a informaçao historica. Acho que o que eles fazem já é um exemplo que pode vir a fazer historia, da antiga temos pessoas como a Sra para nos ensinar, muito obrigada desde ja, nao sabia a origem do povo bérbere, já aprendi mais uma coisa hoje.Por isto gosto deste blog. Partilha é o forte.
ASS: Gisela

Anónimo disse...

A Gisela tirou-me as palavras do pensamento.
Eu admiro muito essa senhora "Maria Crítica" pois tem sido um elemento entusiasmado por esta aventura e ao mesmo tempo tem elevado este blog com a sua cultura que não tenho dúvidas que é muita.
Mas os rapazes não são historiadores, são uns fantásticos contadores de histórias e é assim que devem continuar.
Qualquer pessoa mesmo com uma cultura abaixo da média pode pôr no motor de busca da Net "Berberes" e poderá ter uma vasta informação sobre o tema.Isto é História
O que essa pessoa não consegue descobrir é essa pequena aldeia de pescadores onde aquela gente dá aos nossos viajantes tudo o que tem de melhor- a sua alegria. Isto é uma história - Tenente Reformado

Anónimo disse...

desculpa ser anonimo mas ,tinha que dizer isto tava entalado ... dona maria a sr. e que quer destak com eses comentarios pois para dizer porcaria devia era comentar no seu blog pois o seu comentario e inrealista neste post e no tema deste blog ,nao acha ?
pois a minha impresao e pela sua maneira de fala da a entem-der que... bem nao tenho mais tempo forca pessoal

jose antonio povoa de santo adriao

Anónimo disse...

Maria Crítica, eles o que querem é palmadinhas nas costas. História é história e pode ser com H grande ou pequeno mas nunca será "estória"! Estou consigo desde o início e continuo. Se ler e reler verá que são sempre os mesmos que vêm à liça! De partilha pouco percebem e nem querem perceber"- falo da maioria dos bloguistas Tenente incluso e não dos puros que os há muitos. De partilha, estão a anos-luz! O meu grande viva à Maria Crítica que quis Partilhar História com H grande! Quanto ao Sr. Tenente Reformado - puro bluff! Mundo perfeito! Pffff!!!
Viva o Jorge que é um miúdo bem à maneira e que só para quem não percebeu não "vai de arrasto" e também à Vera, da mesma cepa! Maria Crítica este blogue não a merece. Eu gosto de aprender e consigo tenho e muito!
Gisela metes dó.
Tenente Reformado sugiro-lhe para o seu Tó as "estorinhas de como fazer do Tó(um Tótó)!".

Anónimo disse...

Fala fala fala e depois não diz nada.....
Ainda por cima anónimo.....

Tens medo de dar a cara????

Ass. Maria

Anónimo disse...

O blog é todo boa onda e vcs discutem. N arranjam lugar melhor pra isso? Quero ver os videos e curtir a viagem, e se houver mais uns textos melhor ainda. Mas deixem as mas energias noutro lado qq, sff.

Sim, deixo em anonimo.

Sofia disse...

por amor da santa.... poupem os 2 viajantes de ler estes desabafos!

Anónimo disse...

bem curto para a sr maria perceber
eles metem aki o que quiserem nao tem que ser o que a sr maria critica que nem se sabe se e o teu nome e a porcaria que vai na sua cabeca por de tras da net e depois vem dizer que e uma sr respeitada ... :)))))))))))))

Anónimo disse...

Para a Maria,
Marias há muitas também, umas mais anónimas do que outras se estiveres interessada marcamos um café para dar a cara uma à outra. É só dizeres quando e onde que eu estou lá.
Podes ir sózinha ou muito acompanhada, de preferência neste último formato.
Hasta!

Anónimo disse...

Entaõ e o nosso cafezinho?