sexta-feira, 14 de março de 2008


Ontem, ao telefone para a “Prova Oral” da Antena 3, veio à baila os encontros imediatos com animais. É que ainda antes de partirmos, no programa “Nuno e Nando”, o Fernando Alvim assumia o seu pavor de bichos e perguntava-nos se não nos atemorizavam. Num encolher de ombros dissemos que não – até porque somos da geração que, aos domingos à tarde, gritava voltados para um programa de TV “Os animais são nossos amigos!”.

Passadas três semanas, assumimos o erro: os labradores, as vacas leiteiras e os peixinhos de aquário são nossos amigos, mas alguns dos bichos que temos encontrado nesta viagem não. E já lá vão três:

1.
Primeira noite de campismo selvagem e as pernas imploram descanso. Sentados para o calor da fogueira, sentimos qualquer coisa a rastejar por baixo da folhagem. Um pauzinho para encontrar o escaravelho ou familiar, e salta-nos um lacrau do tamanho dum dinaussauro, com o espigão em riste. Ainda estamos a tirar o queixo do chão e já ele foge como um rato para baixo das pedras. Resultado: um jantar volante forçado, com mil bichinhos imaginários a subir-nos pelos tornozelos. As tendas foram seladas com tape, just in case.


2.
À entrada de Tavira, ficamos boquiabertos com o tamanho e a espessura duma nuvem de mosquitos. Nunca tínhamos visto tal coisa. Mas quem quer chegar a Dakar não pode temer borbulhas e comichões, por isso avançamos com garra de Camisola Amarela. Duas pedaladas depois, eis que zumbem, na nossa direcção, três nervosas abelhas. Encostamos as meninas aos rails e esperamos, com o rabinho entre as pernas, que o vento mude.


3.
Carlos para Jorge, ao acordar junto a uma ruína, à saída de El Puerto de Santa Maria: “Epá, ontem á noite vi a silhueta dum bicho com bigodes, encostado ao lado de fora da tenda.”

Jorge responde: “Deve ter sido um sonho, ou então foi do vinho!”

Minutos mais tarde...

Carlos, enquanto desmonta a tenda: “Ó Jorge, vem cá ver isto!”

E "isto" era um buraco, igual aos do Tom & Jerry. A tenda estava roída de fresco, e o pão do pequeno almoço a meio! Os animais são nossos amigos? Ainda bem que não passou dum sonho.


17 comentários:

Anónimo disse...

algum ratinho , não???
estou à espera do filme
Bjs aos dois

Anónimo disse...

Um homem não tem medo de bichos.
Os escorpiões sao um optimo petisco.

Joana Caldeira disse...

Amigos , th seguido o vosso blog diariamente.Agora essa dos bichos..."antes bichos do q bichas" estou a brincar.

beijinhos aos 2

Rita

Anónimo disse...

Quando virem esses bichos regressem à vossa infância e lembrem-se do João Ratão da carochinha, tão simpático e da queridíssima abelha Maia.
Quanto ao lacrau realmente só me lembro de filmes de terror onde os maus da fita punham bichos venenosos nas camas das pobres vítimas para assustá-las, mas eram sempre descobertos e mortos à paulada pelos heróis.
Espero que seja uma boa trapia.
Beijinhos AL

Anónimo disse...

Boas Tardes ou Boas noites gajos. Deixem-me vos dizer k axo a vossa experiencia uma locura contagiante. Vendo as vossas fotos e videos quase sinto a adrenalina que vcs tao vivendo.é o transporte melhor do mundo para conseguir tirar o maximo proveito de paisagens unicas que quando passamos de carro nem ligamos. o passar devagar por terras e gentes de diferentes costumes e tradiçoes,o parar e conviver...tudo isso é rico a nivel cultural. um bem hajam e disfrutem ao maximo essa experiencia unica.

ass: Samuka

Anónimo disse...

Parabens pela maneira original como estão a conduzir a vossa aventura.
O ponto de partida poderia parecer sensasionalista e mesmo irrealista mas com o andar do tempo e da viagem tudo leva a crer que esta se vai tornar uma forma de comunicação diferente e original.~
Não é só a aventura que interessa mas o excelente trabalho que têm feito, os videos, as cronicas, os excelentes contadores de histórias que são.O vosso profissionalismo .
Um comunicador

Anónimo disse...

Além de bichos assustadores também devem ter encontrado bichinhos simpáticos. Porque não os filmam?
Luna e as amigas

Anónimo disse...

Sim sim passarinhos chilreando de galho em galho, cordeiros pastando,alguma raposa matreira e simpatica, cães a dar à cauda.
A partir de agora também devem ter camelos pachorrentos Vá puxem pela cabeça e dêm-nos a versão dos "animais nossos amigos"
ficamos à espera. As amigas da Luna

Anónimo disse...

Queremos mais notícias vossas, já chegaram a Marrocos?

g. disse...

Dois homens de porte consideravel, tao corajosos que ate querem ir ate Dakar de bicicleta, enfrentando ventos, chuvadas ou sol escaldante... com medo de bichinhos com tamanho 30x ou mais pequenos do que eles..

Va la.. assim perdem o credito todo... :p

Anónimo disse...

Donde están guapérrimos ?
Los paparazzi no nos largan, la prensa de corazón es terrible!
Pero no nos escapan !
Que tal,nos citamos en el desierto, con velos cubriendo las caras?
Hasta pronto !!!!
Índia y Peliroja - Las chicas apimientadas

Jorge e Carlos disse...

Ainda estamos em Tarifa, a editar o filme desta semana. Hoje à noite deve estar acabado, e amanhã seguimos para Algeciras, que o vento mudou... esperamos que se mantenha.

Ou seja: esta deve ser a última noite em território europeu.

Anónimo disse...

dêm-nos - dêem-nos (foi lapso naturalmente)

veio à baila - vieram à baila (posto que seguimos para plural). Ou pensavam que por serem os "donos da aventura" estavam imunes à Palmatória?
Hehehe!!!

Francisco disse...

Boa viagem nesse continente maravilhoso...ainda vou ter com vcs...kkkkkk... vontade não falta...
tio Xico...do Jorge

Anónimo disse...

Rapazes!
Agora que estão quase a chegar a Marrocos e a propósito de bichos , há um insecto porlá aos molhos
que se chama neuroptera mais conhecida por formiga - leão ( o nome diz tudo).
Ponham a paparoca a salvo que o dinheiro é pouco e durmam de meias que a marafada dá-lhe para escavar túneis na planta dos pés distraídos
De resto, nada a temer ! Prá frente é qué o caminho. Boa sorte malta. Estou convosco.
O tenente reformado

Diogo disse...

Agora que vão começar a viajar em África...peço desculpa...que vão pedalar em África, não se deixem enganar pelas miragens quando estiverem a passar zonas mais secas(Ainda aparece um post com o título «D.Sebastião é um porreiro» ou algo do género a relatar um encontro estranho).
Bem, vou juntar os meus 100 euros para ver até onde vou a pé no distrito de Lisboa...hehe
Abraço
Diogo Mano

Anónimo disse...

Adorei o post dos Bichos! Sendo Escuteira já me confrontei várias vezes com situações semelhantes! fartei-me de rir!

Claudia