quinta-feira, 29 de maio de 2008


Antes de quaisquer reflexões, dois pedidos de desculpa: Vera... Gonçalo... apesar de ambos nos terem emprestado as bicicletas “a fundo perdido”, queríamos muito ter a alegria de as poder devolver, quando voltássemos para Lisboa... mas não vai dar. Vamos vendê-las em Dakar. Esta é a verdade – sem ziguezagues, como diz o Djaló.

Quanto à viagem propriamente dita: confesso que a decisão de continuar não foi muito dolorosa. O dilema, contudo, era real. O orçamento está a chegar ao fim; mas há o sonho de atingir Dakar. Fomos à procura de iluminação no farol de Cap Blanc – avariado! E numa viagem com tantos barcos encalhados, a última coisa que apetecia era tomar uma decisão tão importante à vista daquele que estava ali ao lado.

É verdade que não há sonho que não possa ser adiado para se honrar um compromisso... mas voltar para trás agora ia deixar um travo amargo, quando o resto da aventura tem sido tão doce. Sentimos isso na viagem de comboio para Zouérate. Por muito concentrados que estivéssemos nos "filmes" que assistimos dentro da carruagem, foi inevitável olhar para fora, pela janela ou debruçados na porta, e perder-nos em pensamentos enquanto o deserto passava. Quem já viajou de comboio conhece o efeito de uma paisagem a passar, ao som dos carris, embalada no movimento da carruagem: uma nostalgia imensa, cheia de sonhos, sorrisos e histórias.

Os comentários no blog foram o incentivo que faltava. Tenho de confessar: quando lemos as reacções, ficámos os dois de peito-cheio. Parecíamos dois putos, a ler em voz alta um para o outro, as pessoas a olhar para nós sem perceber nada – e nós a rir da primeira à última palavra.

Não vamos disponibilizar o NIB – muito obrigado pela ideia, a sério, mas não é essa a solução que procuramos. E não é por teimosia ou por semos “mal-agradecidos”: mas porque os mil euros são para nós um símbolo. O símbolo de que é possível realizar muito, com poucos recursos. Da mesma forma que não somos desportistas profissionais nem temos visão raio-X e outros super-poderes.

Dakar está à vista. De Nouadhibou à capital do Senegal são menos de 1000km, é um saltinho. Vamos já despachar uns 400, à boleia numa camioneta, e o resto (inchalah) pedalamos. A rota programada – não é costume fazermos futurologia neste blog, mas as regras são para se quebrarem – é Nouankchott, Rosso, Saint Louis e Dakar.

E se no regresso tivermos de pôr mais 50 euros para o ferry – espero que não seja preciso, acredito mesmo que não – mas se fôr, azar. Não é por aí que o projecto morre. Símbolos são símbolos – são bandeiras, são mensagens.


by Jorge

15 comentários:

Anónimo disse...

Assim é que é e mais nada!!!!!

Bjs com saudades

Joana Mana

Anónimo disse...

Caros viajantes,

Admiro e respeito a vossa decisão financeira.
Bom resto de viagem e continuem com os vossos "filmes". A vossa companhia longínqua e diária fez-se indispensável.

maria crítica

Anónimo disse...

Olá Rapazes
conforme foi lendo o que escreveram hoje,dei por mim com os olhos mais lubrificados que o habitual(nada que me envergonhe). Vi certezas, não hesitações.Senti honra nos compromissos e sorri,a respiração de repente ficou mais leve e disse " os únicos impossíveis que existem são os que impões a ti mesmo"
Abraços
Xiclista

A R disse...

O que me impressionou, foi o terem referido Rosso!!!... Do lado de cá na Mauritânia é Rosso!!!... A Polícia é irritantemente corrupta... do outro lado... após o ''barco''.., tb é Rosso, mas do Senegal!... Muito embora 2 mundos diferentes... a corrupção é idêntica... utilizem o vosso ''charme''... e depois... custa nada... se puderem, passem no ''Lac Rose'' que era a última etape do ''Dakar''!... a uns 30 km da Capital!... e o Lago é mesmo ROSA!!!...

Anónimo disse...

Voces sao os meus Herois!!!!!!!!



madrinha.

Anónimo disse...

A minha experiência diz-me que os comboios levam-nos sempre para a direcção certa!!! siga pa bingo!!!

bjs

Janota

Nuno Rocha disse...

Tenho acompanhado toda a vossa aventura e o indiana jones deve-se estar a roer de inveja, ele ainda tinha 1 chicote, bem, mas vocês têm 2 bikes fantàsticas com travões e tudo, mas penso que esses travões devem estar com problemas, pq não vos tem abrandado na vossa fantàstica aventura, forte abraço!!

∫nês disse...

Eu estou muito contente que prossigam viagem. E' sempre bom ler as vossas aventuras.
Contudo, uma vez que a barreira dos 1000 euros parece estar em risco e é agora tida como apenas um símbolo, uma bandeira, acho que o blog não se devia chamar mais "até onde vais com 1000 euros" mas sim "conseguimos chegar a dakar com 1000 euros?".
Continuação de boa viagem!

Anónimo disse...

Força malta!
Já falta pouco..

a visita 60100

Anónimo disse...

Todos nós temos nas nossas vidas um objectivo a atingir,um sonho a concretizar,um "Dakar" onde queremos muito chegar.
Vocês são um exemplo de que o queremos muitas vezes não acontece depressa nem com facilidade mas com optimismo e determinação podemos chegar lá. Parabéns

Sónia disse...

Fico muito feliz por continuarem e espero que consigam manter o objectivo... 1000€ e Dakar!

Boa sorte e Boa viagem!!!
Ca vos esperamos!!!

Anónimo disse...

So tenho pena da Miquilina e a Penelope ficarem para tras...
...Os homens!!!!!!!


madrinha

Anónimo disse...

Epá 5 estrelas mesmo! Voçes são cá uns gajos de uma aventura e de uma capacidade... epá ...gandas malukos meus!!!! ;) Inda bem que estão de peito xeio agora... força aí!!! Eu continuo nakela do livro... era um projecto k iria ser reconhecido...
este blog, ja nem sei como dei como descobri aki na net ( penso k foi mesmo pura casualidade), ja desde a vossa saida de portugal que todos os dias "tenho de ir" actualizar me da vossa viagem, farto me de rir com os vossos comentarios, com os vossos filmes, fico maravilhado com as fotos que voces nos mandam... epá está tudo 5 estrelas...

Força aí rapazes, porque parecendo que não, aqui deste lado está muita gente "vos observando", e torcendo para que tudo corra da melhor maneira e que o vosso sonho se concretize!

Boa Sorte rapazes...

Abraço,
OMO_MAKINA

Anónimo disse...

tio és muito maloco,como estas beijocas da tua sobrinha India



India Vassallo Fragoso


adoro-te tio Jorje

Ricardo Oliveira (Aveiro) disse...

Bem, em primeiro acho as vossas ideias, métodos de viagem são simplesmente geniais. Depois de vos ver na tv acho que vou continuar a seguir o vosso rasto sempre, o que penso que vai acontecer com muita gente neste país. Aliás, tenho a certeza que são já uma inspiração para os portugueses. Abraços!