domingo, 1 de junho de 2008



O tempo passado em Zouérate foi curto. Entre o ir-e-vir do maior comboio do mundo, estivemos em casa do Sidi apenas um dia, uma noite e uma manha. O suficiente para tiramos algumas das melhores fotografias de toda a viagem. Ficam alguns momentos - 22! - foi dificil fazer a selecçao. A maior parte foi tirada numa das salas da casa, aparece o Sidi e as mulheres da familia - ao contrario do que acontece em Marrocos, as mulheres mauritanas nao tem qualquer problema em ser fotografadas.






















8 comentários:

Manuel disse...

A exposição vai ser muito boa meus caros amigos. Grandes fotos!

Deixo aqui um mapa para vos mostrar o resto do caminho.
Link to file: https://download.yousendit.com/5C79EB395B242F9F

Obrigado pela viagem.

Grande abraço
Manel

Anónimo disse...

Que fotografias fantásticas.
Jorge emagreceste uns quilitos
Beijinhos Tia Guida

Anónimo disse...

Tenho acompanhado a vossa aventura e acreditem, também gostaria de poder estar nessas andanças!...
Continuação de boa viagem e muitas aventuras!

Gisela disse...

Para mim estas sao as melhores fotos. A cor é mesmo linda Carlos. Mil beijinhos

CVP disse...

Uma pergunta se me coloca!
Quanto pagaram na fronteira Mauritana e a quem? O Visa quanto custou? Esse Visa não é válido apenas por 3 dias???
Será que já estão ''na pildra''???
Abraços
Luis

Jorge disse...

cvp,

pagamos 20 euros na fronteira, que é o preço estabelecido. Ninguéem pediu subornos nem "taxas" adicionais. O condutor do camiao pos uma nota dentro do passaporte e o policia devolveu-a, so para teres uma ideia.

Quanto aos 3 dias... também tinhamos ouvido varias versoes, desde o visto ser valido apenas por esse tempo, ate historias que nao podiamos ir para mais longe que 3km da estrada principal, o que punha em causa a viagem de comboio. Nem uma coisa nem outra. Ovisto foi emitido por 15 dias, nao ha qualauer limitacao em termos de lugares onde podemos ir. A nao ser os campos minados perto da fronteira com Marrocos, claro...

Abc
Jorge

Jorge disse...

Ah! E segundo o Joaquim, o nosso anfitriao de Nouadhibou, podiamos ter pedido para nos passarem um visto de 1 mes, logo na fronteira, e nao custava mais por isso.

Jorge

Carlos disse...

Grande sequência de fotografias... boa continuação...