domingo, 12 de outubro de 2008

Suécia in da house



Ainda no rescaldo do nulo frente à Suécia, constato hoje de manhã que as visitas ao nosso blog quase triplicaram, no sábado.

Segunda surpresa: descubro que a maioria vem, adivinhe-se donde... exacto, da Suécia! Só a seguir, na lista dos países com mais visitas, aparece Portugal, que por pouco não é ultrapassado pela Finlândia e Noruega.

Depois de investigar o porquê deste súbito interesse por parte de tão loiro público, surpreendo-me pela terceira vez, quando me apercebo que afinal o futebol não tem nada a ver com o assunto.

A causa é um fórum com um nome estranho de dizer e escrever (é em sueco!). Pelas fotografias, deduzo que debata barcos/ferries. E tendo em conta que os posts do Assalama foram ontem mais visitados que a página principal do blog, concluo que alguém colocou o link numa das discussões deste fórum.

Ainda mexe, o Assalama!

E por falar neste que ingloriamente encalhou ao largo de Tarfaya, sinto misturada com a saudade uma curiosidade enorme em saber o que é feito do velho barco da Armas. Será que foi rebocado? Ou será que está no mesmo lugar onde o deixámos, uma triste lembrança do futuro brilhante em que Tarfaya sonhava?

by Jorge

7 comentários:

Anónimo disse...

Sou a visitante nº103333 e se em numerologia o nº3 significa entre outras coisas, comunicação, curiosidade e entusiasmo, é mesmo isso que eu sinto por vocês.
Beijinhos A.L

rui disse...

Li algures que tinha sido constituída uma associação de náufragos do barco Assalama, porque a companhia recusou-se a pagar indemnizações!

Anónimo disse...

Cá p mim foi o Adamastor. Foram vcs à procura dele no Bojador, e afinal foi por pouco q não o encontraram em Tarfaya.

Uma tia fã disse...

Achei o máxima a selecção das cores.
E estou desejosa de ver e ler o livro.
Beijinhos
Tia M

Anónimo disse...

Estranho... muito estranho o caso desse barco... E... é a mesma empresa que opera em Portimão para a Madeira e Canárias...
E os ´´média'' nada disseram na altura!!!
Inchalá!!!!!
Zé Almeida

Farinha disse...

É efectivamente a mesma empresa que opera o ferry "Volcan de Tijarafe" em Portimão e Funchal, lançado em 2008, cumprindo com todas as normas de navegação, com bandeira espanhola.
Dimensões 154 x 24 x 5,7 M
Deslocamento 20.000t GT.
Velocidade 24 nós.
As entradas e saídas deste porto eram complicadas para o pequeno ferry "Assalama" em anteriores manobras.
Na altura que este navio saía do Porto de Tarfaya o vento soprava forte e o casco submerso do navio roçou no molhe, metendo água e ocasionando posteriormente o encalhe na areia junto à costa. O pequeno ferry "Assalama" de 1967, ostentava bandeira do Panamá, e uma tripulação cubana.
Dimensões: 101,61 x 18,67 x 4,91 m
Deslocamento 4.291 toneladas GT
Velocidade 19 nós

Peter Toth disse...

Estamos los pasajeros del ferry ASSALAMA:

wwwnaufragio.org (Espagno y Aleman)


Peter Toth
ANA (Asociation de Naufragos de Assalama)

nubduk@gmail.com

Por favor escribenos, buscamos testigos y apoyo!!!