segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Baptismo

Dois dias parados, por causa da chuva. Uma travessia de ferry, no rio Sado. Com tanta água, poderia parecer óbvia a associação a um título do género "Dilúvio".

Mas sejamos honestos: não choveu assim tanto. E o ferry, de Arca de Noé tinha muito pouco.

Mesmo assim, agradou-nos a ideia de usar uma referência bíblica para o título deste post. E porquê baptismo?

1. porque depois de apenas 22km e dois dias parados, ontem foi a verdadeira iniciação. "Apadrinhados" pelo grupo de BTT de Vila Fresca de Azeitão, começámos a primeira etapa do dia (até Setúbal) na companhia de 15 BTTistas. A viagem foi relativamente rápida, quase sempre agradável - à excepção de uma longa e dolorosa subida...não fosse o facto de estarmos com aquela malta toda a ver, quase de certeza que tinhamos parado a meio para descansar. Mas não: resistimos, suámos, bufámos. E assim chegámos ao Porto de Setúbal, prontos para a última das despedidas.

2. porque a travessia para Tróia, sendo a última até Doñana (Espanha), teve um simbolismo diferente. Atravessar o Tejo já tinha sido especial, com Lisboa, família e amigos a ficar cada vez mais pequenos (e à nossa frente, a aventura). Mas o Sado, depois de dois dias em que só nos apetecia pedalar e não podíamos, foi o tónico que faltava.

Almoçámos na Comporta, ficámos a dormir no Carvalhal. O dia correu bem, apesar de muito vento de frente. Já nos tinham avisado, e confirmamos: as descidas transformam-se em rectas, as rectas em subidas, e as subidas... não vamos falar nisso.

Acampar, depois do conforto e mordomias de Azeitão, foi a confirmação que faltava: estamos em viagem, a caminho de África. Fizemos um jantar na fogueira, bebemos um bom vinho, fomos para a cama cedo com as nossas meninas - as bicicletas - dentro das tendas!



Distância percorrida ontem: 48 km
Distância percorrida hoje: 40 km

44 comentários:

Anónimo disse...

Força, agora já começam a sentir o cheirinho da viagem.
Força aos dois e aguentem, Aqui todos torcemos por vocês

Joana Caldeira disse...

Amigos aqui estou eu a acompanhar-vos nesta aventura.já li q td correu bem,receberam as fotos q enviei?

Continuem a dar noticias, e a pedalar até DAKAR

Beijokas Rita

jorge pandeirada disse...

Bom finalmente a pedalar a sério. O baptismo foi bom, com a vossa aventura ainda me entusiasmo com o BTT. No meu blog a vossa a ventura é seguida a diário a até dakar. Um abraço.

www.voltaaodiaem24horas.blogspot.com

Anónimo disse...

Força, e mantenham o espirito de viajante

belogue disse...

...e aos poucos a coisa vai ;)
Força aí...

msgd

Anónimo disse...

Boa viagem! Aproveitem a óptima hospitalidade dos portugueses. Obrigada por darem um exemplo de como sair do marasmo em que nos encontramos todos.

Anónimo disse...

Força maninho!!!

Esperamos que corra tudo bem, divirtam-se e boa viagem

beijinhos aos 2

Joana, India e Xavier

Tirtauga disse...

É comer uma feijoada, para ajudar nas subidas.

Boa viagem!

Anónimo disse...

Vamos lá campeões!!!!

Para a frente é que é o caminho!!!


Abraços


Gonçalo V.

Joca Moreno disse...

Força Força Força.

Há banda sonora para as tiradas de bina?

Miguel Modesto disse...

Amigos

Vocês são uma fonte de inspiração.
Decidi seguir o vosso exemplo e com apenas 1000 euros vou passar uma semana a Andorra. Vou de carro e vou esquiar, mas acho que o principio aventureiro mantém-se. Um grande abraço e boas viagens.

Pedro disse...

Força malta!!!! O próximo barco já é para África!
abraços!

Anónimo disse...

A uma média de 50 km por dia são 4 mêses só a pedalar.
Vejam se conseguem uma média de 80 km e é se querem vêr as vistas. Para mais não dá.

maria crítica

Anónimo disse...

Olá miudo, desta vez é que te passaste! Já deves de estar todo assado mas muito divertido.
Parabéns pela iniciativa e um grande abraço.
Sérgio "kotler" Neves

Daraopedal disse...

Até Dakar vão suar e penar bem, mas dou-vos os parabéns! Pus uma pequena referência à vossa aventura no meu blog http://daraopedal.blogs.sapo.pt e vou estar atento ao vosso percurso.
Boa sorte!

Cristina disse...

Ei rapazes...

espero que os comes estejam a compensar a perda de calorias.

Arranjem lá um logotipo para colocar nos nossos blogs em apoio à vossa viagem.

Fico à espera.

Boa Viagem

Pretazeta disse...

E essas pernas???

Ca musculossssss!!! :))

n arranjem massagistas, nao...

Anónimo disse...

Voces sao o Maximo...por certo ficam por meio caminho! Porque hade haver 2 moicolas pelo caminho....ah!ah!ah!

Anónimo disse...

Estou feito com vocês. Eu sou o anónimo das mines, que vos dei tão bons conselhos, não pensei é que fossem tão preguiçosos.A esta velocidade nem conseguem chegar a Alcácer-Quibir. Força o caraças, pedalem até deixar esses rabos gordos em sangue, seus mariquinhas.

Anónimo disse...

Grandes azelhas, a esse ritmo vão gastar os 1000 euros bem depressa em alojamentos, até a pé andava mais depressa.

Miguel Carola disse...

Boa viagem "Grandes Malucos"
Vou "linkar" o vosso blog para saber mais noticias da vossa aventura. Qual diesel qual gasolina 95 chegar a dakar movido a bife é que é..... :)

Nuno Filipe Machado disse...

Toca a pedalar e bem que no mapa parece ser sempre a descer. Força e cheguem lá porque apostei muito dinheiro no Bwin em como vocês chegavam.
Um abraço e pedalem muito
Mcshade#50 - TEAM M&M

Anónimo disse...

Força nisso...

JP disse...

Não querendo monosprezar o objectivo da viagem, que confesso pensar que será apenas concluir "até onde ir com 1000 euros), não seria porventura mais nobre juntar os 2 mil euros (100x2) e comprar uns sacos de arroz, conservas, medicamentos... e meter tudo num contentor fazer chegar o seu conteudo a uma qualquer associação humanitária?
Ou então juntar todos esses BTTistas que voz acompanham, aproveitar fazer uma tornée pelo país e pedir a cada um deles 10€ e juntar uma quantia maior para fazer por exemplo uma escola, ou uma outra infraestrutura em dakar ou noutro loocal da tão vasta África?
No fundo são mais dois tipos bem na vida que decidem tirar umas fériazinhas do enfadonho dia a dia e lançar-se a uma aventura com 1000€, que a maioria dos casais portugueses com filhos não tem para gastar num mês e gastá-los numa viagemzinha, ainda por cima publicitada pelas TV's e Rádios deste País que não é mais que um prolongar geográfico de pobreza africana.
Façam por exemplo uma viagem ao interior do país a uma qualquer aldeia abandonada no nordeste transmontano e ver os velhotes que por lá moram a só 80Km do hospital mais próximo.
Temos tão perto miséria para quê ir ver miséria para Africa?
Háverá porventura menos subidas´do que até Trás os Montes?...
Akele abraço e boa viagem
JP

Anónimo disse...

Oh JP, não li em lado nenhum que esta viagem era de caridade...

Anónimo disse...

ó anónimo, comenta o texto, não comentes os comentários... e ó anónimo não viste em lado nenhum os pontos de interrogação do JP, ou és formado em portugês pela Universidade Moderna e não sabes interpretar?

Anónimo disse...

Força vocês conseguem =)

Anónimo disse...

Olá JP anónimo
As tuas interrogações são tão a despropósito e fora do contexto como esta minha interrogação.
Porque razão em vez de estares a perder tempo a seguir blogues de viagens e aventuras não dedicas o teu tempo livre a ajudar os mais necessitados ?
O tempo que levaste a criticar o próximo podes usar a dar uma palavra amiga a quem necessita.

Anónimo disse...

" A força nao depende da capacidade fisica e sim de uma vontad indomavél. " Gandhi
Muita força nessas pernas estou cá a torcer por voces. mil beijinhos.
Gisela

Rita disse...

Sou uma curiosa e tb tenho uma grande paixão por aventuras!! Se bem que não tenho metade da vossa loucura, mas gostava... :) Como é bom ousar... arriscar... lançar-se neste mundo! Vou acompanhar a vossa viagem!
Boa viagem e... muita coragem!

LMVenâncio disse...

Tenho muita pena de não terem passado por Braga, pois o Gang da Montanha teria o maior prazer de pedalar ao vosso lado...
Não gastem o dinheiro todo!

Anónimo disse...

Força meninos!
Mémé!!! a Momo está contigo!!

Dá um kiss à Tsuki assim q chegarem a Silves! e diz-lhe que a mama está quase quase a ir busca-la!

Beijinhos e good Luck
Lu

Pedro Ribeiro disse...

Força nisso!
Estou a torcer por vocês!

Jazz Manel disse...

Já fiz algumas aventuras do género, mas só até Espanha, acreditem são mais momentos que gurdarei para sempre, a maior parte dos mortais não sabe o que perde por nunca ter viajado de bicla, Força Pessoal, bem hajam!!!

ontheroad disse...

Ola aventureiros!!!!
Fico sempre contente em saber que andam por ai, pelas estradas do mundo, outros tugas malucos.
Malucos, no bom sentido, pois como voces irao descobrir, a bicicleta è um meio de transporte em viagem de "elite". De nenhuma outra forma se viaja com maior "intensidade".
Desejo-vos o maior sucesso na vossa aventura, e tem a partir de hoje, no outro lado do planeta azul, mais um seguidor e apoiante do vosso projecto.
1000 euros poderao ou nao levar-vos a Dakar, mas concerteza levar-vos-ao numa viagem inesquecivel.
Abracos Andinos, vento na cara e forca nos pedais!!

O Ciclonauta vagabundo

Anónimo disse...

Desculpa lá JP, mas precisas abrir a tua mente e não veres só telejornais. Dizer que África e uma aldeia perdida em Trás-os-montes são misérias é um verdadeiro insulto. Sim, porque já estive em ambos. E tu? Já lá estiveste?

Anónimo disse...

Estou contigo e acrescento ainda que a maior forma de pobreza é a
a de espírito.

Anónimo disse...

O valor da vitória depende sempre da dificuldade da batalha.
Sigam em frente, pedalem e se possível comuniquem como vocês tão bem sabem. Onde estão?

Anónimo disse...

Estamos reunidos a torcer por vocês
aqui em Trás os Montes.
Força nas canetas!!!

jorge pandeirada disse...

Olá carlos e jorge então para quando umas fotografias da viagem. Em www.voltaaodiaem24horas.blogspot.com a vossa aventura é noticia. Um abraço

Sofia disse...

Muita Força, muita pedalada,Jorge e porque não começarem a escrever um livro??
Beijinhos já estão como home page
Sofia Onofre

Anónimo disse...

Uma sugestão: seria interessante fazerem em cada post um "countdown" dos 1.000€ com detalhe dos gastos desde o ultimo post... Não entendem isto como um pedido de contas ou desconfiança mas acrescentaria interesse ao vosso blog, porque as vossas maiores dificuldades serão o cansaço, o cash e os entraves diplomaticos que vão sentir.
Já agora quanto custou o "Bom Vinho" se era da herdade pelo menos 6€.

Anónimo disse...

1% do orçamento total já foi no vinho, com a travessia e acampamento 5%... pelo ritmo devem para já em porto covo e depois em mil fontes... se esperarem um pouco ainda temos a volta ao algarve.

Cristina disse...

Cara/o Anónima/o

O countdown está no fundo da página do blog.

Efectivamente um cadito escondido.